Comprometimento cognitivo após cirurgia de revascularização do miocárdio
por
Quoretech
-•
22 de janeiro de 2021

A cirurgia de revascularização do miocárdio, apresenta apenas 1,4% de mortalidade, no entanto, pode trazer comprometimento cognitivo.

Esse assunto é estudo recorrente entre cirurgiões e tema de muitas conversas. Após essas intervenções e depois de alguns anos, o comprometimento cognitivo dos pacientes após o procedimento começou a ser investigado a fundo.

Inclusive, um importante estudo divulgado pela Duke University, em 2001, diz que, mesmo que momentâneos, alguns tipos de sequelas mentais podem ser mensuradas após o procedimento.

Entenda mais sobre a relação entre comprometimento cognitivo após cirurgia de revascularização do miocárdio nesse artigo!

Qual a relação entre a revascularização do miocárdio com mudanças cognitivas?

Apenas nos Estados Unidos, cerca de 400.000 procedimentos de revascularização do miocárdio já foram realizados, sendo uma das cirurgias cardiovasculares mais executadas ao redor do mundo.

Apesar da grande quantidade de intervenções de sucesso, percebe-se, em alguns pacientes, um certo grau de comprometimento cognitivo após uma cirurgia. 

Entre os principais problemas, podemos citar o maior risco de EVA (Acidente Vascular Encefálico), DPO (Delirium Pós-operatório) e DCPO (Disfunção Cognitiva Pós-operatória).

Esses comprometimentos cognitivos têm relação direta com a cirurgia, já que os pacientes, antes de se submeterem ao procedimento, não apresentam sinais patológicos, como: déficit de atenção, pensamentos e movimentos mais lentos, delírios, concentração dificultada, entre outros.

Apesar de ser um conjunto de problemas que preocupa tanto os pacientes como os familiares, a maioria dos casos se resolve sem intervenção médica ou de remédios em algumas semanas.

Gradualmente, os sintomas neurológicos tendem a diminuir, mas alguns casos podem desmorar meses para a cura completa.

O que causa o comprometimento cognitivo?

Não existe, de fato, uma teoria confirmada do que realmente causa o comprometimento cognitivo após uma cirurgia de revascularização do miocárdio, o que intriga os cardiologistas.

No entanto, existem diversas hipóteses do que realmente acontece. A que mais tem notoriedade no meio médico é a de que durante a cirurgia podem ser gerados pequenos coágulos de sangue, que se deslocam até o cérebro, provocando danos.

Também chamados de microêmbolos, eles têm sua presença confirmada em estudos feitos com Doppler transcraniano em grande parte dos pacientes.

Outro estudo que dá força a esta teoria é de que pacientes que apresentam qualquer dano neurológico após a cirurgia apresentam pequenas derrames em várias partes do cérebro.

É essencial salientar que mesmo tendo fortes indícios, ainda não há comprovação sobre essa relação de causa e efeito.

Como prevenir o comprometimento cognitivo durante uma cirurgia de revascularização de miocárdio?

Sabendo dos riscos neurológicos durante uma cirurgia de revascularização do miocárdio, é mais fácil prevenir e, até mesmo, tratar qualquer mudança cognitiva após o procedimento.

Um grande desafio é conseguir prevenir esses riscos neurológicos, já que não se tem certeza do que realmente pode estar por trás deles.

No entanto, médicos ao redor do globo estão tomando algumas medidas que apresentam bons resultados. Entre elas podemos citar: 

  1. minimização de manipulação da aorta, 
  2. redução do uso da sucção arterial, 
  3. uso de oxigenadores de membrana,
  4. controle minucioso dos sinais vitais e temperatura do paciente. 

Agora que você já sabe sobre a relação entre comprometimento cognitivo e o procedimento de revascularização do miocárdio, que tal ficar por dentro de outros temas relacionados à saúde do coração? Continue acompanhando nosso blog e leia outros artigos, temos informações atualizadas e novidades interessantes sobre a cardiologia!

contato@quore.tech
Sede
+1 206-627-0030
São Paulo
+55 11 97319-6913
Sede
200 Bellevue Parkway Suite 210
Wilmington
DE 19809

São Paulo
Rua dos Pinheiros, 610 CJ22
Pinheiros - São Paulo
SP - 05422-001

Santa Rita do Sapucaí
Rua Juca Castelo, 680
Centro - Santa Rita do Sapucaí
MG - 37540-000
Aprovado por:
Aprovado pela ANVISA | ANATEL | INMETRO
Consulte seu médico ou outro profissional de saúde qualificado para eventuais dúvidas sobre sua condição médica.